Avançar para o conteúdo principal

Eu olhei porque tava todo mundo olhando

Eu olhei porque olharam aí olhei também. Eu olhei porque tava todo mundo parado olhando aí eu não me aguentei parei de andar e olhei e vi o que eu não queria ver e que ficou me atormentando o resto da semana como a visão terrível do que olhei sem querer ver. Eu olhei pra ela e ela olhava pra baixo, ela parecia uma linda garota mas olhava pro celular. Eu a olhava querendo vê-la mas ela olhava pra baixo então não pude ver seu rosto que seria aquilo que eu gostaria de ver caso ela olhasse pra frente ou pra cima. Eu andava olhando pra baixo pro celular deixando de ver o que veria caso olhasse pra frente pros lados pra trás enquanto andava olhando pra baixo pro celular escrevendo isso aqui. Eu havia olhado tanto aqueles olhos procurando ver procurando olhos dentro dos olhos, pupilas dentro das pupilas, buscando o que não se pode ver apenas olhando. Eu queria ver além, além dos olhos além do corpo além de mim. Eu olhei porque tá todo mundo olhando, olhando sem ver, vendo sem olhar, todo mundo procurando com os olhos o que não pode ser visto. Eu olhei a mim mesmo no espelho olhei com toda a força que se pode colocar num olhar sem saber exatamente o que queria ver, a mim mesmo ou o que há além de mim mesmo se é que há algo além, o espelho estava quebrado só podia olhar pedacinhos de mim mesmo que se afastavam e se uniam e não me deixavam ver. Ver.