1 de dezembro de 2012

Julio Cortázar

O ensaio a seguir é o trabalho final da disciplina Literatura Hispano-Americana Contemporânea, com a professora Laura Hosiasson, no segundo semestre de 2012

O SILÊNCIO EM "CARTAS A MAMÁ", DE JULIO CORTÁZAR

Julio Cortázar,
escritor argentino
À luz de O escorpião encalacrado, de Davi Arrigucci, pretende-se, no presente trabalho, analisar brevemente alguns aspectos ligados à função do silêncio no conto “Cartas de Mamá”, de Julio Cortázar. Foi possível notar que a escassez de diálogos na narrativa é ricamente substituída por gestos e pensamentos significativos e não manifestos verbalmente que caracterizam as personagens. Para desenvolver o conto, o narrador joga com o passado e o presente e recorre frequentemente ao discurso indireto livre, o qual reproduz indiretamente o movimento interior das personagens.