Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2012

É terminantemente proibido o que farei a seguir

É terminantemente proibido o que farei a seguir - no entanto, eu o farei, eu assassinarei o texto, eu providenciarei que o leitor se sinta traído, ludibriado e quem sabe até ultrajado - é o que farei. Não tenho conhecimento de quem determinou que não se deve fazê-lo, se é uma questão de lei ou não, se está na constituição ou talvez na bíblia. Pode, quiçá, tratar-se apenas de bons costumes, princípios, burocracias subjetivas do gênero. Transcorrerei décadas, até a minha morte - se é que viverei tanto tempo - sem poder compreendê-lo. Mas há tantos delitos que não sabemos por que levam o nome: delitos. Perguntamo-nos, e nos perguntaremos sempre: é ilícito, mas por quê? E enfim. O que é, com efeito, relevante no presente texto, e que eu vinha dizendo anteriormente, é que pode o senhor leitor sentir-se atingido pela audácia de minhas palavras, que se encarregarão – as palavras, não eu – da transgressão: o assassinato do texto. Mas não revelarei o que tenciono revelar sem antes alertá-lo d…